Surfistas engajados por justiça socioambiental

Ecosurfi representa a comunidade do surfe em Brasilia

Ecosurfi representa a comunidade do surfe em Brasilia Ecosurfi representa a comunidade do surfe em Brasilia

Noite do Surfe pelo Social em Itanhaém

Encontro tem como proposta reunir a comunidade do surfe

Encontro tem como proposta reunir a comunidade do surfe Encontro tem como proposta reunir a comunidade do surfe

Projeto faz diagnóstico de áreas potenciais para Ecoturismo

Levantamento aponta atrativos em Itanhaém/SP

Projeto faz diagnóstico de áreas potenciais para Ecoturismo Projeto faz diagnóstico de áreas potenciais para Ecoturismo

Ecosurfi encoraja surfistas a discutir Gestão Costeira

Comunidade do surfe cobra mais atenção com as praias

Comunidade do surfe cobra mais atenção com as praias Comunidade do surfe cobra mais atenção com as praias

Profissionais da Escola Ecosurfi passam por “reciclagem”

Curso de Formação e Atualização de Instrutores de Surfe

Curso de Formação e Atualização de Instrutores de Surfe Curso de Formação e Atualização de Instrutores de Surfe

Semana do Meio Ambiente debate surfe e sustentabilidade

O seminário vai debater o engajamento dos surfistas

O seminário vai debater o engajamento dos surfistas O seminário vai debater o engajamento dos surfistas

Ecosurfi “dropa” no Ibirapuera

Projetos que defendem a biodiversidade foram expostos

Projetos que defendem a biodiversidade foram expostos Projetos que defendem a biodiversidade foram expostos

Programa de voluntariado da Ecosurfi

Visa criar uma rede para o engajamento público

Visa criar uma rede para o engajamento público Visa criar uma rede para o engajamento público

Instrutores da Escola Ecosurfi recebem treinamento

O objetivo do projeto é ensinar técnicas para resgates no mar

Instrutores da Escola Ecosurfi recebem treinamento do Salva Surfe Instrutores da Escola Ecosurfi recebem treinamento do Salva Surfe

“Onde o mar encontra as pessoas” será lançado na Ecosurfi

Documentário traz o panorama das relações humanas com o mar

“Onde o mar encontra as pessoas” será lançado na Ecosurfi “Onde o mar encontra as pessoas” será lançado na Ecosurfi

Vitória contra o projeto Porto Brasil

Terra Indígena é demarcada e restingas são protegidas

Terra Indígena é demarcada e restingas são protegidas Terra Indígena é demarcada e restingas são protegidas

Viva Mata 2011 vai debater surfe e gestão costeira

Debate tem como foco discutir as zonas costeiras

Debate tem como foco discutir as zonas costeiras Debate tem como foco discutir as zonas costeiras

Ecosurfi atua na criação de área protegida em SP

Decreto oficializa a criação do mosaico de UC,s

Ecosurfi atua na criação de área protegida em SP

Clínica de Surfe e Sustentabilidade acontece em Bertioga


Integrando a programação das atividades de verão do SESC-Bertioga/SP, a Ecosurfi realiza a partir dessa sexta-feira (17/12), a “Clinica de Surfe e Sustentabilidade”, que vai proporcionar aulas de surfe e sensibilização ambiental aos sócios da instituição durante todas às sextas-feiras do mês de janeiro e mais duas sextas-feiras do mês de março.

A proposta tem a sua aula inaugural no final dessa semana e traz em sua agenda ações que envolvem o aprendizado do surfe com o foco na formação para a cidadania e direitos humanos, onde, todo o trabalho tem como objetivo aguçar a percepção e os conhecimentos socioambientais dos jovens para a organização local e pelo cuidado com as praias e zonas costeiras.

As temáticas a serem trabalhadas estão vinculadas ao Movimento Surfe Sustentável, que é uma ação em rede capitaneada pela Ecosurfi, que visa envolver a comunidade surfe na Aliança dos Surfistas pelo Meio Ambiente.

O Movimento tem caráter intergeracional, transversal e aglutinador. Toma como documento orientador a "Carta de Responsabilidades Humanas" e traz como fundamentos a cultura de paz, os princípios ecológicos, a noção de sustentabilidade, a participação social, o espírito de coletivo e a atuação em rede.

Toda a proposta que acontece no primeiro mês de 2011 vai abordar aulas teóricas e praticas de surfe, abordando assuntos como: história e cultura surfe, surfe, cidadania e meio ambiente, participação e protagonismo dos surfistas.

Confira as datas das atividades:
Dia 17/12 – das 16:30hs às 21:30hs
Local: Jardim Rio da Praia  / Praia do Indaiá
Dia 07/01 – das 16:30hs às 21:30hs
Local: Jardim Rio da Praia  / Praia do Indaiá
Dia 14/01 – das 16:30hs às 21:30hs
Local: Jardim Rio da Praia  / Praia do Indaiá
Dia 21/01 – das 16:30hs às 21:30hs
Local: Jardim Rio da Praia  / Praia do Indaiá
Dia 28/01 – das 16:30hs às 21:30hs
Local: Jardim Rio da Praia  / Praia do Indaiá
Dia 18/03 – das 16:30hs às 21:30hs
Local: Jardim Rio da Praia  / Praia do Indaiá
Dia 25/03 – das 16:30hs às 21:30hs
Local: Jardim Rio da Praia  / Praia do Indaiá
Leia Mais ►
Read more...

Ecosurfi atua na criação de área protegida no litoral paulista

Mapa do polígono criado

Decreto que oficializa a criação do mosaico de UC,s em Bertioga  e' asssinado.


No Ano Internacional da Biodiversidade a comunidade do surfe no litoral de São Paulo tem muito que comemorar.

No mês de outubro foi aprovado pelo Conselho Estadual de Meio Ambiente (Consema), a criação do Parque Estadual das Restingas de Bertioga, e nessa sexta-feira (10/12) o Governador do estado de São Paulo Alberto Goldmam assinou o decreto que homologa a criacao dessa área.

Após dez anos de estudos no meio acadêmico e discussões acaloradas entre o movimento ambientalista e o setor privado, foi instituído em Bertioga/SP, a maior área para conservação de uma grande extensão de praia, costão e restingas do litoral paulista.

Praia do Itaguaré - Bertioga / SP

O Parque criado pela Fundação Florestal (FF) é uma Unidade de Conservação (UC) e terá área total de 9.312,32 (mil) hectares, ligando por uma única passagem de biodiversidade a Praia do Itaguaré ao topo da Serra do Mar.

Estando inserida num importante corredor biológico, devido aos processos ecológicos ali existentes, além de manter uma fisionomia natural que abriga 98% das restingas da área costeira paulista, a Praia do Itaguaré ainda tem umas das melhores ondas para a prática do surfe na Baixada Santista, que a partir de agora estão conservadas para os surfistas das presentes e futuras gerações.

Nesse processo, vale destacar a atuação das ONG’s, movimentos sociais e sociedade cientifica pelo incessante apoio ao desafio de garantir a proteção ambiental de toda essa área.

Representando a comunidade do surfe, levantando a bandeira da conservação das praias e oceanos, a Ecosurfi, desde o começo deste ano mobilizou milhares de surfistas e amantes do esporte para contribuírem com o abaixos-assinado que pediam a criação dessa UC.

Através de meio eletrônico (internet) num cyberativismo capitaneado pelo WWF / Brasil e com o diálogo-direto em eventos do esporte, foi possível coletar mais de 10 mil assinaturas em diversas partes do País e da Baixada Santista/SP.

Ainda dentro da proposta da Fundação Florestal (FF) serão criados no entorno do Parque Estadual das Restingas de Bertioga um Mosaico de Unidade de Conservação com Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE) e Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN).

Essa foi uma vitória para todos os surfistas e uma vitória para todos aqueles que se importam com a continuidade da vida no Planeta Terra.

*Confira a atuação da Ecosurfi no processo de criação da 
UC Parque Estadual das Restingas de Bertioga

>> Abaixo assinado da comunidade do surf pede criação de Unidade de Conservação

>> Milhares aderem a criação da UC de Bertioga/SP

>>
Participe: SWU pela criação do Parque Estadual da Restinga de Bertioga

>> Ondas protegidas
 
>> Abaixo assinado para criação de UC em Bertioga vira intervenção artística
 
>> Abaixo assinado mostra compromisso do surfe com a Biodiversidade

Leia Mais ►
Read more...

Formação Profissional e os desafios da sustentabilidade

Amanhã (08/12) a Ecosurfi participa da "I Feira de Profissões" da Faculdade Metodista / Pólo Itanhaém. Na oportunidade os dirigentes da instituição Bruno Pinheiro e João Malavolta, farão uma apresentação que vai abordar temas como: mercado de trabalho no terceiro setor e sustentabilidade.

O conteúdo que será oferecido tem como proposta possibilitar aos alunos e participantes da Feira, pontos de reflexão sobre as oportunidades de emprego nessas áreas na Região Metropolitana da Baixada Santista.

A palestra acontece a partir das 14:30hs no auditório da Faculdade Metodista, localizado na Av. Rui Barbosa, 308 - Sobre Loja - Centro - Itanhaém/SP.
Leia Mais ►
Read more...

Ecosurfi realiza a I Conferencia Infanto-Juvenil de Escolas Cuidando das Águas


Por: Viviane Pereira / Jornal A Tribuna
Participação Comunicação Ecosurfi


O que cada um pode fazer pelo ambiente que nos cerca? O que há ao nosso redor? Como poderemos cuidar dos recursos hídricos da nossa região?

Definir a participação da comunidade nesse processo foi o objetivo da I Conferencia Infanto-Juvenil de Escolas Cuidando das Águas da Baixada Santista, realizada no Guarujá pela Ecosurfi, envolvendo participantes de toda região.

O resultado do encontro foi a Carta de Responsabilidades – Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista, documento que trata das responsabilidades assumidas pelos estudantes e pelos educadores, educadoras, pais, mães e participantes do projeto Rio do Nosso Bairro – Rede de Escolas Cuidando da Água.

A conferência teve a participação de mais de 300 convidados que fazem parte das redes publicas de ensino, secretarias de educação, organizações não governamentais,comunidade indígena e universidades da Baixada Santista e de outras localidades do Estado.

Durante o dia de atividades que aconteceu no Ginásio Tejereba na Praia da Enseada, foi possível cantar, dançar e brincar em meio à programação oferecida pelo evento.

Feira de mapas, exposições fotográficas, danças circulares ao som de Maracatu e muito mais, foram apenas alguns dos ingredientes que possibilitaram os encaminhamentos nas oficinas com os alunos e professores, que construiu a Carta de Responsabilidades – Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista.

Todo o processo foi construído ao longo dos últimos dez meses através do projeto Rio do Nosso Bairro.

Para saber mais acesse: www.riodonossobairro.org.br


Carta de Responsabilidades – Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista


Galeria de fotos

Fotos: Francis Olivia Campos

Reportagem Rede Globo / TV Tribuna

Leia Mais ►
Read more...

"Roda de conversas" sobre surfe e sustentabilidade rolou em Santos


O Museu do Surfe em Santos recebeu durante a Semana da Biodiversidade a “Roda de conversas” da Aliança dos Surfistas pelo Meio Ambiente, que faz parte do movimento Surfe Sustentável desenvolvido pela Ecosurfi e organizações parceiras.

Na oportunidade, que reuniu surfistas, agentes do poder público, dirigentes e admiradores do esporte, foi possível discutir as premissas que a “Aliança” propõe como base de reflexão sobre a sustentabilidade no universo surfe.

São elas: protagonismo dos surfistas, surfe e gestão costeira, cultura surfe e consumo, e surfe juventude e meio ambiente.

Após a explanação que durou uma hora (1hr), aconteceu o sorteio de brindes doados pela loja Surf Store e Portal Foco Surf (www.focosurf.com.br), além dos kits Ecosufi.


Para participar da Aliança dos Surfistas pelo Meio Ambiente acesse: Movimento Surfe Sustentável

Confira as fotos da atividade



Fotos: Francis Olivia
Leia Mais ►
Read more...

Litoral Paulista terá sua primeira conferência sobre recursos hídricos



Processo participativo que envolveu 36 escolas municipais tem seu grande momento no Guarujá



Nunca a escassez da água potável preocupou tanto a humanidade. Conflitos em varias partes do planeta acontecem entorno desse, que é o bem mais precioso para a vida na Terra, os recursos hídricos.


Preparando a Baixada Santista para discutir a gestão responsável da sua Bacia Hidrográfica na perspectiva das escolas cuidando das águas, a Ecosurfi iniciou no mês de março deste ano, o projeto Rio do Nosso Bairro - Rede de Escolas Cuidando da Água, que chega em sua reta final nesse próximo final de semana no Guarujá.

No sábado (27), acontece a I Conferência Infanto-Juvenil de Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista, que deve envolver mais de 500 participantes entre educadores, estudantes, pesquisadores e observadores para pensarem as responsabilidades que as escolas da região devem assumir no cuidado com as águas da Baixada Santista.

A Conferência tem como intuito principal, envolver as escolas em ações educativas direcionadas, onde cada espaço educador vai assumir responsabilidades coletivas com o seu entorno, e estimular ações para aprofundar a relação das escolas com a gestão dos recursos hídricos, apontando compromissos claros para a proteção dos rios da região.

Durante todo o ano o projeto formou professores e professoras para desenvolverem ações locais de elaboração do Diagnóstico Socioambiental Participativo, chamado Mapa Verde, de suas comunidades com a participação ativa de seus alunos e alunas. No dia da Conferência todas as escolas participantes se encontrarão para que os jovens e educadores possam trocar experiências e construir a Carta de Responsabilidades - Vamos Cuidar da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista.

A I Conferência Infanto-Juvenil de Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista será um verdadeiro marco para a educação ambiental na gestão dos recursos hídricos da Baixada e representa um espaço de encontro dos atores envolvidos com o mapeamento de suas comunidades para a troca de experiências.


Carta de Responsabilidades

Durante 2010 o projeto Rio do Nosso Bairro estimulou a formação de uma Rede de Escolas Cuidando da Água.

A rede mobilizou ações educativas no âmbito do ensino formal e promoveu ações e reflexões em torno das responsabilidades que jovens, educadores e educadoras podem e querem assumir para cuidar da bacia hidrográfica.

Para balizar o processo, o projeto toma a Carta das Responsabilidades Humanas como documento orientador, um pretexto para a transformação local.

Fruto de uma construção coletiva internacional promovida pela Aliança para um Mundo Responsável, Plural e Solidário, a noção de responsabilidade humana é um conceito balizador das ações e reflexões em torno da proposta de “cuidar do rio do nosso bairro”.

“A responsabilidade aqui é proposta como um conceito ético que reforça valores dos direitos e da paz, e é fruto de uma visão de mundo solidária que surge para assegurar a existência do planeta Terra e seus habitantes”. (Carta das Responsabilidades Humanas).

Mais do que direitos e deveres, a sociedade humana necessita reconhecer e assumir suas responsabilidades individuais e não relegar suas responsabilidades coletivas.

Durante a I Conferência Infanto-Juvenil de Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista alunos e professores participantes do projeto escreverão a Carta de Responsabilidades das Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista, definindo compromissos práticos que as escolas assumem para colaborar com a gestão sustentável da água na região.

Esta Carta será entregue ao Comitê de Bacia Hidrográfica da Baixada Santista e às Secretarias Municipais de Educação dos nove municípios que compõem a bacia e a escolas da região, de forma a estimular ações de cuidado com os rio e agregar propostas para a construção do Plano de Educação Ambiental da Bacia.

A Conferência acontece no Ginásio Tejereba e Escola Municipal Almeida Junior, na Praia da Enseada e terá o seu inicio a partir das 9h30 com o término previsto para às 18h40.


Conheça mais sobre o projeto Rio do Nosso Bairro - Rede de Escolas Cuidando da Água em www.riodonossobairro.org.br e acompanhe todo o processo que será encaminhado na I Conferência Infanto-Juvenil de Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista.


O projeto Rio do Nosso Bairro – Escolas Cuidando da Água é uma realização da Ecosurfi com o financiamento do FEHIDRO – Fundo Estadual de Recursos Hídricos, parceria da Comissão de Educação e Divulgação do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baixada Santista, das Prefeituras de Peruíbe e do Guarujá e apoio das Prefeituras de Itanhaém, Santos e Praia Grande.

Leia Mais ►
Read more...

Berço do surfe recebe seminário sobre surf e sustentabilidade

A cidade onde nasceu o surf no Brasil participa das atividades da Ecosurfi nessa sexta-feira

Durante a Semana da Biodiversidade que acontece em Santos (SP) de 20 a 27 de novembro, a ONG Ecosurfi promove a terceira etapa dos seminários “Surf nas Ondas da Sustentabilidade”, que faz parte do programa Surfe Sustentável promovido pela organização.

O evento vai rolar na próxima sexta-feira (26/11), às 15hs, no auditório do Museu do Surf, localizado no emissário submarino na cidade. As duas primeiras atividades deste ciclo de apresentações aconteceram em Ubatuba e Iguape, reunindo surfistas do litoral norte e litoral sul.

O seminário está inserido na fase de mobilização do programa Surf Sustentável e tem como propósito contribuir com a sensibilização da comunidade do surf, sobre os desafios que o atual cenário socioambiental esta impondo sobre as sociedades humanas, em especial os habitantes das áreas costeiras.

Entre as propostas que são pautadas nas palestras está, o protagonismo dos surfistas, surfe e gestão costeira, cultura surfe e consumo, e surfe juventude e meio ambiente.

Nesta primeira fase, as ações estão direcionadas para a mobilização da comunidade do surfe, que através da “Aliança dos Surfistas pelo Meio Ambiente”, estão promovendo o diálogo virtual e presencial sobre o tema, com o propósito de fazer parcerias para construírem iniciativas pró-sustentabilidade dentro do universo surf.

Todas as discussões acontecem numa rede social articulada por grupos de praticantes do surfe e admiradores do esporte em todo o território nacional (www.surfsustentavel.ning.com).

As palestras serão facilitadas pelos dirigentes da Ecosurfi, João Malavolta e Bruno Pinheiro.

Para obter mais informações sobre o seminário, entre em contato pelo telefone 13 3426-8138 / 13 9751 03332 ou envie mensagem para surfsustentavel@ecosurfi.org.

O Museu do Surf, fica localizado à Av. da Praia, canal 1 / Emissário Submarino, Santos (SP).

* Haverá sorteio de uma prancha de surfe ,camisetas e esquizes para os participantes. Não é necessário inscrição, evento gratuito.

O Programa Surf Sustentável conta com os parceiros estratégicos: Aliança para um Mundo Plural e Solidário, Global Garbage e com o apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba / Secretaria de Meio Ambiente, AUS - Associação Ubatuba Surf, Rejuma – Rede Juventude pelo Meio Ambiente e Sustentabilidade, Coletivo Jovem de Meio Ambiente – CJ Caiçara, REBEA – Rede Brasileira de Educação Ambiental, REPEA - Rede Paulista de Educação Ambiental, Fórum do Litoral Paulista das Agendas 21, projeto CineSurf, Greenpeace – campanha Oceanos, Associacao Santos de Surfe, Secretaria de Meio Ambiente da Prefeitura Municipal de Santos e SOS Mata Atlântica.

Confira a programação 







Leia Mais ►
Read more...

Baixada Santista tem seus rios mapeados por projeto da Ecosurfi



Metodologias socioparticipativas investigam impactos nos mananciais


Durante o ano letivo de 2010, a Região Metropolitana da Baixada Santista teve seus rios mapeados por jovens de 36 escolas que participam do projeto: Rio do Nosso Bairro – Escolas Cuidando das Águas.

Cerca de 100 professores de nove municípios se envolveram nas atividades do projeto, que foi dividido em três etapas, tendo como eixos de atuação: saneamento básico, gestão dos recursos hídricos, meio ambiente e saúde pública.

Inicialmente o trabalho começou no mês de março com a mobilização através da 9° Semana da Água e 5° Caminhada Metropolitana da Água na cidade de Peruíbe, que contou com a participação de 4 mil jovens. 
Em seguida o projeto passou para etapa II com as atividades de formação, que abordaram temas como: saneamento e controle social; educomunicação e redes; educação ambiental e métodos participativos; história, socioeconomia, cultura e meio ambiente da Baixada Santista.

Na etapa III foi iniciado o trabalho com os alunos dentro das unidades de ensino e no seu entorno. Essa fase foi marcada pelas saídas de campo, que possibilitaram aos estudantes compreenderem a realidade socioambiental ao redor das suas comunidades.
Por meio de projetos de mapeamentos participativos os alunos, documentaram a situação das áreas próximas as escolas, dentro da perspectiva de sustentabilidade, organização e desenvolvimento social na bacia hidrográfica.

Todos os mapeamentos foram acompanhados através de cinco oficinas realizadas pela equipe de gestão do projeto, que regularmente visitou as cidades de Guarujá, Praia Grande, Itanhaém (2) e Peruíbe. O objetivo foi orientar os educadores sobre a metodologia do Mapa Verde Virtual que sistematizou as informações levantadas pelos “mapeadores” para o portal educomunicativo www.riodonossobairro.org.br .

Rumo a I Conferência Infanto-Juvenil de Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista

Todo o processo de desenvolvimento do projeto Rio do Nosso Bairro – Escolas Cuidando das Águas da Baixada Santista, terá o seu grande momento no próximo dia 27 na cidade do Guarujá, pois é quando acontece a I Conferência Infanto-Juvenil de Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista.

A conferência vai reunir 450 pessoas entre alunos e alunas, professores e professoras, representantes de secretarias de educação de toda a Baixada Santista, de redes de educação ambiental. 

Na oportunidade serão apresentados os mapeamentos realizados e as responsabilidades assumidas por cada escola, baseada nas problemáticas identificadas durante o processo de realização do projeto no âmbito de cada unidade de ensino.

Conheça o portal educomunicativo do projeto Rio do Nosso Bairro – Escolas Cuidando das Águas da Baixada Santista e fique sabendo tudo sobre o processo de realização da I Conferência Infanto-Juvenil de Escolas Cuidando da Bacia Hidrográfica da Baixada Santista.


O projeto Rio do Nosso Bairro – Escolas Cuidando da Água tem financiamento do FEHIDRO – Fundo Estadual de Recursos Hídricos, parceria da Comissão de Educação e Divulgação do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baixada Santista, das Prefeituras de Peruíbe e do Guarujá e apoio das Prefeituras de Itanhaém, Santos e Praia Grande.
Leia Mais ►
Read more...

Todos convidados!

Leia Mais ►
Read more...

Todos por praias mais limpas

A campanha “Vamos Limpar o Mundo” 2010, aconteceu na cidade de Itanhaém e contou com a participação de voluntários por toda a cidade. As ações percorreram praias, ilhas, costões rochosos, rios, trilhas e matas ciliares.

Centenas de quilos de detritos foram retirados da área costeira. Todo o material coletado foi analisado através da qualificação por tipo e quantidade.

Os dados registrados foram sistematizados e enviados através do relatório de despoluição produzido pela Ecosurfi, para as organizações ambientalistas internacionais, a norte americana Ocean Conservancy e a australiana Clean Up the World.

Os números da campanha “Vamos Limpar o Mundo” 2010, vão servir de subsidio para a elaboração do diagnóstico sobre a contaminação dos oceanos por resíduos sólidos, que está sendo produzido pelo PNUMA (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente).


Veja os números e as fotos da campanha:

Leia Mais ►
Read more...

Vamos Limpar o Mundo acontece nesse feriado


Após a reorganização da ação internacional “Clean Up the World”, / Vamos Limpar o Mundo devido a problemas com o mal tempo (chuvas), a Ecosurfi realiza a campanha nesse próximo dia 01 de novembro na cidade de Itanhaém.

A programação terá início às 9 horas com os mutirões de limpeza acontecendo simultaneamente em 10 pontos estratégicos do município, totalizando uma área a ser atingida pela despoluição com cerca de 7,5 quilômetros.

Pontos de despoluição:

Suarão (Concentração Posto Bombeiro na Praia)
Centro (Concentração Quiosque Ventania)
Praia da Saudade - Trilha Sapucaitava (Concentração Praia dos Pescadores)
Praia dos Pescadores (Concentração Praia dos Pescadores)
Ilha das Cabras - Praia do Pescadores (Concentração Praia dos Pescadores)
Praia do Sonho - Faixa de Areia (Concentração Praia dos Pescadores)
Costão Praia do Sonho e Praia das Conchas (Concentração Praia dos Pescadores)
Cama Anchieta - Gruta nossa Senhora de Lourdes (Concentração Praia dos Pescadores)
Cibratel (Concentração Quiosque Correnteza)
Gaivota (Concentração Quiosque do Norberto)

Os mutirões serão finalizados com a triagem dos materiais coletados, às 11:30 horas.

As inscrições podem ser feitas pela página: www.ecosurfi.org ou pelos telefones (13) 3426 8138 – (13) 9755 1559

Em Itanhaém a campanha Vamos Limpar o Mundo / Dia Mundial da Limpeza em Rios e Praias – conta com o apoio da Faculdade Metodista, Contabilidade Belas Artes, Porto Locação de Andaimes, Restaurante do Canto, Unimes Virtual, Restaurante Veraneio III, Watanabe Elétrica - Hidráulica - Ferragens - Antenas, SOS Contábil, Gagliardi Arquitetura, Itanhaém Motos, Supermercado Saito, Restaurante Tay Grill, Julio Imóveis, Apoio 24 Horas, Casa dos Portões, Tranpolix, Sispumi, Relojoaria Yoshikawa, Alfredo's Esportes, Quiosque Correnteza, Loterias Entrou Ganhou e Itanhaém Comercial.

São parceiros estratégicos a organização ambientalista Global Garbage, ASSU - Associação Socioambiental Somos Ubatuba, Ecogalera, Pizzaria e Churrascaria Di Fiori, Mescalito Designs, Faculdade Itanhaém - Faita, Escola de Idiomas CCAA, Papa Papa Veículos, Gordo Eventos, Pão de Queijo Nadinho, Cesinha, Benetton Farmácia e Manipulação, Pernambucanas, Restaurante Tia Lena, Ventania Praia Bar.

Organização Local: Ecosurfi, UAI União dos Amigos Independente, ETEC de Itanhaém, Salva Surf Itanhaém, Caposurf, Escolas de Surf Gaivota e Suarão,
Leia Mais ►
Read more...

Abaixo assinado da comunidade do surf pede criação de Unidade de Conservação


Surfistas se engajam na luta pela preservação da Praia do Itaguaré no litoral paulista

Durante a Audiência Pública realizada em Bertioga para criação da Unidade de Conservação (UC), Parque Estadual das Restingas de Bertioga, a Ecosurfi entregou o abaixo assinado lúdico feito pela comunidade do surfe durante este ano.

A intervenção aconteceu em meio à plenária que foi realizada pela Secretária Estadual do Meio Ambiente e Consema (Conselho Estadual de Meio Ambiente), na Prefeitura Municipal da cidade,  que contou com a presença de aproximadamente 500 pessoas. A audiência teve como propósito apresentar o projeto que deverá criar a UC, e ouvir as partes interessadas na implementação do Parque.

Na ocasião estavam, de um lado, o movimento ambientalista articulado através do Coletivo da Sociedade Civil para a Defesa do Patrimônio Natural de Bertioga, que é composto por técnicos da área socioambiental, acadêmicos, comunidades tradicionais e surfistas, e do outro, o setor privado, a mando das empresas que atuam a serviço da especulação imobiliária naquela região.

O abaixo assinado “lúdico” apresentado pela Ecosurfi foi construído a partir da participação de centenas de pessoas que mandaram o seu recado assinando a tela com mais de 20 metros de comprimento, que esteve exposta em eventos ligados ao surfe, campeonatos e demais espaços do litoral paulista.

Centenas de frases de efeito e desenhos foram expressos através dos participantes, que assinaram e se mobilizaram pela criação dessa UC, que deve sobretudo, preservar a Praia do Itaguaré e toda a sua extensão.

A área que a proposta abrange é um contínuo florestal com oito mil hectares na Baixada Santista, caracterizado por conter preservados trechos de restinga. O local está submetido, desde 30 de março deste ano, à "limitação administrativa provisória" (ação legal amparada na Lei Federal 9.985/2000, conhecida como Lei do SNUC - Sistema Nacional de Unidades de Conservação). A medida visa permitir o aprofundamento de estudos que indicam a necessidade de uma proteção especial aos ecossistemas ali existentes.

Confira as fotos e o vídeo da Audiência



Leia Mais ►
Read more...

Edital de Seleção de Estagiários




A Ecosurfi estará recebendo curriculos entre os dias 18 e 31 de Outubro de 2010, para o processo de seleção de estagiários para a Campanha A Onda é Água limpa. Para maiores informações acessem o edital que segue acima.
Leia Mais ►
Read more...

Milhares aderem a criação da UC de Bertioga/SP


Com o propósito de divulgar a o abaixo-assinado que pede a criação da Unidade de Conservação, “Parque Estadual da Restinga de Bertioga”, a Ecosurfi juntamente com a ONG Caminho das Águas promoveu durante a edição brasileira do Festival SWU a coleta de assinaturas, conseguindo reunir durante os três dias do evento milhares de adesões.

A participação do público junto à proposta, que visa incluir toda a extensão da Praia do Itaguaré, bem como o morro e o costão que ficam em uma das extremidades área, foram reforçadas com diálogo direto promovido pela Ecosurfi no festival, que permitiu esclarecer para todos que visitaram o estande a importância da criação dessa UC em sua maior extensão.

Embora a relevância das questões ambientais terem sido “timidamente” promovidas pelos organizadores do Festival SWU, o que originou indignação por parte das ONG’s participantes,  a Ecosurfi cumpriu o seu papel de organização engajada na luta por um planeta justo, solidário e sustentável, pluralizando as suas bandeiras junto as milhares de pessoas que contribuíram com o abaixo assinado para que mais uma importante Unidade de Conservação seja criada no litoral do estado de São Paulo .




Todas as assinaturas coletadas serão entregues nas próximas semanas ao Governador do Estado de São Paulo Sr. Alberto Goldman e ao Secretário de Meio Ambiente do Estado de São Paulo Sr. Pedro Ubiratan Escorel de Azevedo.

Esse movimento é articulado pelo Coletivo da Sociedade Civil para a Defesa do Patrimônio Natural de Bertioga.

Saiba mais em http://www.fflorestal.sp.gov.br
Leia Mais ►
Read more...

Participe: SWU pela criação do Parque Estadual da Restinga de Bertioga

Vamos que vamos...

De 09 a 11 de outubro, se você estiver presente no SWU / Festival de Música e Sustentabilidade, que vai acontece na cidade de Itu/SP, passe no estande da Ecosurfi e ONG Caminho das Águas para conhecer os nossos projetos.

E aproveite também para participar do ABAIXO-ASSINADO para a criação da Unidade de Conservação (UC,s) "Parque Estadual da Restinga de Bertioga", local que abriga a ultima praia intocada do estado de São Paulo.

Aguardamos a sua visita...

Aloha
Ecosurfi e ONG Caminho das Águas
Leia Mais ►
Read more...

Ondas protegidas


Por: João Malavolta /
Ecosurfi

Marco histórico na proteção recente do litoral paulista pode acontecer nessa próxima quinta-feira (07/10). Trata-se audiência pública que deve definir a criação da Unidade de Conservação (UCs) em Bertioga.

Organizações Não Governamentais, Sociedade Civil, Poder Público, Surfistas e demais atores se mobilizaram nos últimos anos para defender uma das últimas áreas de restinga semi-intocada do estado de São Paulo.

Com um contínuo florestal com mais de 8 mil ha, reduto de praias desertas, fauna e flora exuberante, com características peculiares por conter preservados trechos de restingas, a região da Praia do Itaguaré em Bertioga, que também engloba as fozes dos rios Itaguaré e Guaratuba e a floresta localizada entre a rodovia Mogi-Bertioga, está sendo o  foco de grandes debates sobre a legitimidade e necessidade da criação dessa grande UC.

De um lado os interesses privados de minorias que se alicerçam nas bases ruídas do Poder Público Estadual e Municipal, setores do empresariado e do outro, o Movimento Ambientalista, que se faz presente através de um “pool” de ONGs.

O projeto identificado como “Polígono Bertioga”, prevê que sejam demarcadas como UCs uma área que mantém a conexão ecológica entre o Oceano Atlântico e a Serra do Mar, permitindo o livre fluxo das espécies ali presentes e a manutenção dos processos biogeoquímicos.

A proposta se norteia pela necessidade de garantir a proteção integral da área e foi selecionada e construída a várias mãos por apresentar alta conservação de fisionomias vegetais pouco representadas no Sistema Paulista de Unidades de Conservação, alto grau de ameaça à sua integridade, e forte mobilização da sociedade pela sua proteção.

Apelo à comunidade do Surfe

Altas ondas, sossego, sombra e água fresca, o quê que falta? Nada né!

Mas na verdade falta muita coisa ainda. Se olharmos do ponto de vista da não participação da comunidade do surfe nos espaços decisórios, quando se esta debatendo o futuro da litoral, das ondas, dunas, restingas e demais ecossistemas associados é possível assistir  a apatia de uma maioria que parece que pega carona no ativismo da minorias mobilizadas, que estão propondo ressignificar os verdadeiros valores da cultura surfe, que intimamnte está associada ao cuidar das nossas praias e oceanos.

Com a proposta de alavancar a bandeira do surfe enquanto seguimento social, que deve incorporar o protagonismo na defesa das causas ambientais, a Ecosurfi com o apoio do WWF-Brasil levou para diversos eventos do esporte nesse último semestre um “abaixo-assinado gigante”, que traduziu com frases e mensagens, o desejo dos surfistas de boa parte do Brasil para que a UC de Bertioga seja criada.

O tecido que conta com centenas de assinaturas será entregue aos representantes do Governo do estado de SP nesta quinta-feira durante a audiência que possibilitará a criação do “Polígono Bertioga”.

Essa é mais uma ação que deve garantir que as boas ondas da Praia do Itaguaré continuem quebrando do jeito que se conhece, e que a região adjacente não sofra com a especulação imobiliária que vem dizimando comunidades caiçaras por todo o litoral brasileiro.

Surfista, você é ou está sendo?

Se você é, participe da Audiência Pública para garantir mais um espaço preservado no nosso litoral. 

Local: Prefeitura de Bertioga/SP
Data: 07 de outubro de 2010
Horário: 18hs
Saiba mais em :
www.fflorestal.sp.gov.br

Confira na integra a contribuição das ONGs para o projeto da criação da UCs / Bertioga


contribuicoes_WWF_e_ONGs
Leia Mais ►
Read more...

Ecosurfi fara diagnóstico sobre Ecoturismo

Técnicos da Ecosurfi e o Deputado Estadual Carlos Giannazi (PSOL) ao centro
Com uma área total de 598 km² quadrados com florestas, serras, rios e praias o município de Itanhaém possui uma das regiões mais belas do litoral paulista. Atualmente a economia da cidade está baseada no comércio local e na prestação de serviços, que ganha combustível com o turismo e o veranismo na alta temporada e feriados.

Possuindo um campo rural com múltiplas culturas e agropecuária em ascendência, o local ainda esconde uma verdadeira riqueza entre as comunidades que habitam essas regiões. Corredeiras, trilhas, mirantes naturais e cachoeiras são apenas alguns dos atrativos contidos nessas áreas.

Visando inventariar um retrato fiel da realidade socioambiental de toda essa região, a Ecosurfi elaborou o Projeto de Desenvolvimento do Potencial Ecoturístico de Itanhaém (PDPEI), o qual tem como objetivo gerar um diagnóstico sobre quais áreas possuem potencial para a pratica ecoturistica, turismo rural, turismo de aventura, agroturismo e cultural. Além disso, o escopo metodológico que será implementado em quatro fases vai permitir o envolvimento de todos os moradores daquela região.

O projeto se inicia no mês de novembro e só se tornou realidade devido a uma emenda parlamentar indicada pelo Deputado Estadual Carlos Giannazi (PSOL) para a Ecosurfi, que por meio de reuniões com os dirigentes da instituição articulou a vinda do recurso.

De acordo com o Deputado projetos dessa natureza tem muita afinidade com o trabalho parlamentar que desenvolve na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

“Acho fundamental uma cidade linda como Itanhaém conhecer de maneira aprofundada suas riquezas naturais, além disso, esse projeto vai conseguir em médio prazo auxiliar centenas de famílias que moram e vivem naquelas regiões possibilitando futuramente um incremento na economia da cidade através dos desdobramentos que as varias atividades do turismo permite”, comenta Giannazi.

A articulação com o maior número de atores interessados, sejam eles do poder publico, da iniciativa privada, de universidades e, principalmente da comunidade, e o que permitira a consolidação de uma política publica qualificada no médio prazo.

Marcus Vinícius de Sousa que é um dos técnicos da Ecosurfi explica alguns detalhes do projeto. "O mais importante nesta proposta é a possibilidade de estruturar, inclusive legalmente, um turismo que seja apropriado pela comunidade e temos como objetivo geral a melhoria da qualidade de vida daqueles que vão receber e atender os visitantes em suas casas, tanto para o lazer como para hospedagem” afirma o dirigente da organização.

A proposta ainda conta com o interesse formal de parcerias com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Associação dos Produtores Rurais de Itanhaém, Associação da Microbacia do Rio Branco, Conselho Municipal de Agricultura e Universidades.

O Projeto de Desenvolvimento do Potencial Ecoturístico de Itanhaém (PDPEI) será todo desenvolvido com a anuência da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, através da Fundação Florestal e Instituto Florestal.
Leia Mais ►
Read more...

Comunicado: Campanha VLM é transferida para novembro


A campanha Vamos Limpar o Mundo – Dia Mundial da Limpeza em Rios e Praias que seria realizada nesse último final de semana (25/09), em Itanhaém, foi transferida em virtude do mal tempo. No sábado em que a ação seria realizada em 11 pontos da cidade, e iria atingir cerca de 7,5 quilômetros de praias e costões rochosos, foi comprometida pela chuva, que impossibilitou o trabalho das equipes.

Nova data foi marcada, porém devido à agenda de compromissos da Ecosurfi nessas próximas semanas, a atividade está prevista para acontecer no dia 31 de outubro (final de semana com feriado), no mesmo formato que foi divulgado e firmado com todos os parceiros e voluntários envolvidos.

Em Itanhaém a campanha Vamos Limpar o Mundo / Dia Mundial da Limpeza em Rios e Praias – conta com o apoio da Faculdade Metodista, Contabilidade Belas Artes, Porto Locação de Andaimes, Restaurante do Canto, Unimes Virtual, Restaurante Veraneio III, Watanabe Elétrica - Hidráulica - Ferragens - Antenas, SOS Contábil, Gagliardi Arquitetura, Itanhaém Motos, Supermercado Saito, Restaurante Tay Grill, Julio Imóveis, Apoio 24 Horas, Casa dos Portões, Tranpolix, Sispumi, Relojoaria Yoshikawa, Alfredo's Esportes, Quiosque Correnteza, Loterias Entrou Ganhou e Itanhaém Comercial.

São parceiros estratégicos a organização ambientalista Global Garbage, ASSU - Associação Socioambiental Somos Ubatuba, Ecogalera, Gordo Eventos, Pizzaria e Churrascaria Di Fiori, Mescalito Designs, Faculdade Itanhaém - Faita, Escola de Idiomas CCAA, Papa Papa Veículos, Gordo Eventos, Pão de Queijo Nadinho, Cesinha, Benetton Farmácia e Manipulação, Pernambucanas, Restaurante Tia Lena, Ventania Praia Bar.

Organização Local: Ecosurfi, UAI União dos Amigos Independente, ETEC de Itanhaém, Salva Surf Itanhaém, Caposurf, Escolas de Surf Gaivota e Suarão.
Leia Mais ►
Read more...

Ecosurfi participa da criação do Instituto Ernesto Zwarg


Foi lançado o Instituto Ernesto Zwarg (IEZ). A cerimônia aconteceu na Estação Ambiental São Camilo em Itanhaém e reuniu grande número de personalidades ambientais e políticas, militantes e ex-militantes que atuaram junto com o homenageado na defesa do meio ambiente e do patrimônio histórico e cultural do litoral paulista.

A Ecosurfi através de um dos seus dirigentes foi convidada a secretariar a mesa que presidiu a solenidade que fundou o instituto, a qual contou com a participação de cerca de 300 participantes.

A proposta de criar o instituto foi da família e amigos do ambientalista, que morreu em 25 de agosto de 2009, em Itanhaém, aos 84 anos.

O Instituto vai trabalhar com projetos para as áreas de educação ambiental, preservação, humanismo, atividades de ecoturismo e esportes socioeducativos.

Na cerimônia, foi aprovada em assembléia a primeira diretoria do instituto, que foi formada por pessoas que atuaram ao lado do ambientalista ao longo  dos seus 60 anos dedicados a causa socioambiental.

Mais informações sobre o Instituto Ernesto Zwarg podem ser consultadas no site em construção da entidade (www.iez.net.br) e também na página da família Zwarg (www.zwarg.com.br).

Leia Mais ►
Read more...

Reportagem projeto Ecosurfi - Rio do Nosso Bairro / Canal Futura

Leia Mais ►
Read more...

Falando em Ecosurfi...

Leia Mais ►
Read more...

Cartaz da Campanha "Vamos Limpar o Mundo"

Agradecemos a todos os Parceiros e Apoiadores
Leia Mais ►
Read more...

Ecosurfi mobiliza Itanhaém para a campanha “Vamos Limpar o Mundo”




TUDO PRONTO -
A iniciativa faz parte da ação internacional “Clean Up the World”, realizada em mais de 130 países, numa homenagem ao Dia Mundial da Limpeza em Rios e Praias


Com a expectativa de mobilizar cerca de 500 voluntários, a Ecosurfi promove no próximo dia 25 (sábado) a campanha internacional “Vamos Limpar o Mundo”.

Realizado em todos os continentes, com mais de 130 países participantes, o Dia Mundial da Limpeza em Rios e Praias é celebrado com a chegada da Primavera. O evento tem como objetivo reduzir o impacto causado pelo "lixo" em toda área costeira.

A programação terá início às 9 horas com os mutirões de limpeza acontecendo simultaneamente em 11 pontos estratégicos do município, totalizando uma área a ser atingida pela despoluição com cerca de 7,5 quilômetros.

Pelo 9° ano consecutivo a Ecosurfi realiza a campanha, a qual já retirou dos ambientes naturais da cidade, mais de 10 toneladas de resíduos sólidos, e nessa edição está potencializando as atividades com parceiros que irão liderar os mutirões por toda a região.

Pontos de despoluição:


Suarão (Concentração Posto Bombeiro na Praia)
Savoy (Concentração em frente a Colônia Cabos e Soldados)
Centro (Concentração Quiosque Ventania)
Praia da Saudade - Trilha Sapucaitava (Concentração Praia dos Pescadores)
Praia dos Pescadores (Concentração Praia dos Pescadores)
Ilha das Cabras - Praia do Pescadores (Concentração Praia dos Pescadores)
Praia do Sonho - Faixa de Areia (Concentração Praia dos Pescadores)
Costão Praia do Sonho e Praia das Conchas (Concentração Praia dos Pescadores)
Cama Anchieta - Gruta nossa Senhora de Lourdes (Concentração Praia dos Pescadores)
Cibratel (Concentração Quiosque Correnteza)
Gaivota (Concentração Quiosque do Norberto)

Com a participação de várias lideranças juvenis, escolas de surfe, clubes de servir, escolas municipais e estaduais os organizadores pretendem potencializar o cunho educativo da campanha. "A importância de envolver esse numero grande de parceiros nessa ação acontece devido ao tamanho do desafio que é combater poluição, assim, essa é uma maneira de compartilhar a responsabilidade pela proteção e preservação do nosso Planeta entre todos", ressalta o diretor de Mobilização da Ecosurfi, Jairo Adrian.

Os mutirões serão finalizados com a triagem dos materiais coletados, às 11:30 horas.
As inscrições podem ser feitas pela página: www.ecosurfi.org ou pelos telefones (13) 3426 8138 – (13) 9755 1559

Em Itanhaém a campanha Vamos Limpar o Mundo / Dia Mundial da Limpeza em Rios e Praias – conta com o apoio da Faculdade Metodista, Contabilidade Belas Artes, Porto Locação de Andaimes, Restaurante do Canto, Unimes Virtual, Restaurante Veraneio III, Watanabe Elétrica - Hidráulica - Ferragens - Antenas, SOS Contábil, Gagliardi Arquitetura, Itanhaém Motos, Supermercado Saito, Restaurante Tay Grill, Julio Imóveis, Apoio 24 Horas, Casa dos Portões, Tranpolix, Sispumi, Relojoaria Yoshikawa, Alfredo's Esportes, Quiosque Correnteza, Loterias Entrou Ganhou e Itanhaém Comercial.

São parceiros estratégicos a organização ambientalista Global Garbage, ASSU - Associação Socioambiental Somos Ubatuba, Ecogalera, Gordo Eventos, Pizzaria e Churrascaria Di Fiori, Mescalito Designs, Faculdade Itanhaém - Faita, Escola de Idiomas CCAA, Papa Papa Veículos, Gordo Eventos, Pão de Queijo Nadinho, Cesinha, Benetton Farmácia e Manipulação, Pernambucanas, Restaurante Tia Lena, Ventania Praia Bar.

Organização Local: Ecosurfi, UAI União dos Amigos Independente, ETEC de Itanhaém, Salva Surf Itanhaém, Caposurf, Escolas de Surf Gaivota e Suarão,

Confira as fotos das 04 ultimas edições da campanha

Ano - 2009
Ano - 2008
Ano - 2007
Ano - 2006
Leia Mais ►
Read more...

Escola Ecosurfi lança Blog


Buscando permitir ao público o acompanhamento de todas as informações do projeto Escola Ecosurfi, está sendo lançado o Blog Escola Ecosurfi.

Nesse espaço virtual as pessoas poderão visualizar todo o trabalho político pedagógico da escola, além de entenderem a perspectiva de atuação do projeto na área socioambiental.

Na página os internautas vão conhecer a equipe de instrutores do projeto, horários e o plano de trabalho das aulas na praia, bem como, saber sobre as atividades transversais, que vão permitir aos surfistas um aprendizado sobre as questões climáticas e sociais, sob o olhar da sustentabilidade planetária.

Leia Mais ►
Read more...

Baixada Santista e os “Rios dos Nossos Bairros”


A água como centro das necessidades humanas já é uma realidade global. A gestão responsável dos recursos hídricos por todas as partes do planeta ainda é um desafio a ser superado.

Buscando entender a complexidade dessa questão no âmbito regional, a Ecosurfi criou o projeto Rio do Nosso Bairro – Escolas Cuidando da Água, que desde março está desenvolvendo ações em 36 escolas das 09 cidades que compreendem a Região Metropolitana da Baixada Santista.

Os eixos de atuação tidos como fio condutor do trabalho são: saneamento básico, gestão dos recursos hídricos, meio ambiente e saúde pública.

A projeto político pedagógico contido na proposta perpassa atividades formativas, avançando para oficinas de acompanhamento das ações dos educadores nas unidades de ensino, chegando até as salas de aula por meio de práticas educomunicativas.


Todo o trabalho desenvolvido pelos professores com os alunos já está permitindo a realização de mapeamentos socioambientais participativos, que estão sendo  sistematizados através de uma rede virtual de escolas cuidando das águas.

Papo e prosa

Nesse próximo final de semana (28/08) o projeto retoma a sua fase de formações do segundo semestre e o trabalho volta a cidade de Santos.

A oficina que acontece com os professores da Baixada Norte (Santos, Guarujá, São Vicente, Cubatão e Bertioga), vai possibilitar uma “prosa” sobre a população da Baixada Santista, sua diversidade cultural e os usos múltiplos da água.

Para dar suporte metodológico as oficinas, foram convidados a Antropóloga Bianca Magdalena  que atua com pesquisas em diversidade cultural caiçara e partos naturais. Além de ter sido professora da Escola Técnica do MST em Itupeva e tem experiência em mobilização juvenil.

Outro oficineiro que vai compartilhar suas experiências é o Biólogo Marinho Felipe Zanusso, que atualmente é mestrando do Programa de Pós Graduação em Ciências Ambientais na USP e possui experiências com processos gestores participativos envolvendo comunidades tradicionais.

A oficina acontece no Centro de Atividades Integradas de Santos - CAIS ,  Rua 7 de setembro, 34, Vila Nova – Santos (Antigo Colégio Santista). As atividades se iniciam as 09hs com o término previsto paras às 17hs.

Confira os melhores momentos da oficina realizada na Baixada Sul no último final de semana: Click aqui

O projeto Rio do Nosso Bairro – Escolas Cuidando da Água têm financiamento do FEHIDRO – Fundo Estadual de Recursos Hídricos, parceria da Comissão de Educação e Divulgação do Comitê de Bacia Hidrográfica da Baixada Santista, das Prefeituras de Peruíbe e do Guarujá e apoio das Prefeituras de Itanhaém, Santos e Praia Grande.
Leia Mais ►
Read more...

Escola de surfe e educação ambiental ainda tem vagas

A Escola Ecosurfi de Surfe e Educação ambiental está com inscrições abertas para crianças e adolescentes a partir de 7 anos de idade. As atividades envolvem o aprendizado do surfe com foco na formação para a cidadania. Um trabalho de Educação Ambiental que tem como direcionamento o aumento da percepção e dos conhecimentos socioambientais dos jovens para a organização local pelo cuidado com as praias e zonas costeiras.

Toda a instrução e acompanhamento prático do surfe é feita por profissionais qualificados na área de Educação Física. Desta forma, as atividades são planejadas com alto rigor técnico e contam com avaliações periódicas dos alunos, para que seja observado o desenvolvimento muscular e motor dos alunos individualmente. Além disso os instrutores também são surfistas e, portanto, ensinam com conhecimento de causa.

Segundo o instrutor da Escola Ecosurfi, Rodrigo de Andrade, “a intensão é a formação de cidadãos, em que se procura, no espaço de tempo em que estas crianças poderiam estar na rua, oferecer a prática de um esporte e a participação em diversas atividades relacionadas ao meio ambiente”.

Além de surfar, os participantes da escola serão protagonistas de um processo de mapeamento participativo da praia, na qual identificarão aspectos históricos, ambientais, sociais, econômicos e culturais. Este diagnóstico será base para o planejamento de ações de melhorias nas praias do Sonho e dos Pescadores, implementadas com a participação dos próprios jovens.

Faça um jovem feliz

A Escola Ecosurfi é fruto de um convênio entre a Ecosurfi e a Prefeitura Municipal de Itanhaém – por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes – que garante unicamente o salário dos instrutores por seis meses. Por isto, a Ecosurfi está aceitando doações financeiras ou de equipamentos e acessórios para qualificar e, sobretudo, dar continuidade aos trabalhos. Conforme explica a instrutora Francis Caroline, “estamos dando aulas principalmente para crianças que já têm prancha. Mas estamos buscando recursos para atender também o público mais carente”.

As aulas são gratuitas e acontecem de terças e quintas-feiras na Praia do Sonho, de manhã das 09h às 11h e de tarde das 14h às 16h. As vagas são limitadas a 30 alunos por período.

A Escola Ecosurfi tem o apoio da Prefeitura Municipal de Itanhaém, através da Secretaria de Educação, Cultura e Esportes.

Maiores informações e inscrições: (13) 3426 8138 / 9751 0332 ou na sede da Ecosurfi, na Rua Maria Deolinda Assunção Salles, 80 – Jardim Mosteiro. O e-mail ecosurfi@ecosurfi.org está disponível também para quem quiser fazer doações e contribuições.
Leia Mais ►
Read more...

Video conta a história da Ecosurfi

Leia Mais ►
Read more...

Palestra sobre o Movimento Surfe Sustentável no palco das artes




Cerca de 30 pessoas participaram da apresentação da Aliança dos Surfistas pelo Meio Ambiente / Movimento Surfe Sustentável na Baixada Santista - SP



A palestra “Surfe nas ondas da sustentabilidade” que faz parte da fase de mobilização do Movimento Surfe Sustentável, apresentou os quatro eixos de atuação da proposta durante a I Mostra de Surf, Arte e Meio Ambiente que acontece desde o último mês na Praia Grande.

O público teve a oportunidade de conhecer o formato e a metodologia de articulação do Movimento, que traz a tona o conceito das responsabilidades humanas dos surfistas pelo cuidado com a área costeira articulando a Aliança dos Surfistas pelo Meio Ambiente.

Entre os temas abordados para o subsidio de informações ao público, também foi apontado o panorama socioambiental que o litoral paulista se encontra. Comparações por meio de imagens e dados técnicos permitiu aos participantes a visualização da amplitude dos desafios e conflitos que a área costeira vai enfrentar com a intensificação das mudanças climáticas globais, sobretudo o litoral paulista.  

Após as apresentações houve o sorteio de DVD’s e cartilhas cedidos pela campanha Oceanos do Greenpeace, que é um dos apoiadores do Movimento Surfe Sustentável.

A primeira fase de articulação Movimento conta com o apoio da Associação Ubatuba de Surf, Prefeitura Municipal de Ubatuba, Rede das Agendas 21 do Litoral Norte, Prefeitura de Ilha Comprida, SOS Mata Atlântica - Programa Costa Atlântica, Greenpeace – Campanha Oceanos, IBRASURF - Instituto Brasileiro de Desenvolvimento do Surf, Projeto Cine Surf, WWF – Brasil, I Mostra de Surf Arte e Meio Ambiente e o artista Erick Wilson.

São parceiros estratégicos do programa a Aliança por um mundo Responsável, Plural e Solidário e a Global Garbage.

Maiores informações sobre o Movimento acessem: www.surfsustentavel.org



Leia Mais ►
Read more...

Ecosurfi faz palestra sobre o movimento Surfe Sustentável nesse final de semana




Praia Grande / SP recebe no próximo sábado (07) palestra sobre o movimento que está encorajando parcerias para criação da Aliança dos Surfistas pelo Meio Ambiente

Palestra em Ubatuba (Arquivo)

Dentro da programação oficial da I Mostra de Surf Arte e Meio Ambiente que está acontecendo desde o último dia 23 de julho no Palácio das Artes em Praia Grande, a Ecosurfi vai realizar mais uma palestra que faz parte da etapa de mobilização do Movimento Surfe Sustentável, que a organização vem articulando no litoral paulista desde o ano passado.

O tema da apresentação vai debater a perspectiva do “Surfe nas Ondas da Sustentabilidade”, e abordará os quatro eixos de atuação do movimento: Protagonismo dos surfistas, surfe e gestão costeira, cultura surfe e consumo, surfe, juventude e meio ambiente.

Palestrante: João Malavolta - Gestor de Planejamento e Articulação Institucional - Ecosurfi
 

Local: Palácio das Artes
Horário: das 16h ás 17:30hs
Cidade: Praia Grande/SP
End.: Avenida Costa e Silva, 1.600 (em frente à Rotatória A Tribuna)

A participação na palestra é gratuita.

Programação I Mostra de Surf Arte e Meio Ambiente 

Para saber mais entre em contato:
Ecosurfi: (13) 3426 8138 / 9751 0332 / 8134 2742 ou pelo e-mail: surfsustentavel@ecosurfi.org

A primeira fase do movimento Surf Sustentável conta com o apoio: Associação Ubatuba de Surf, Prefeitura Municipal de Ubatuba, Rede das Agendas 21 do Litoral Norte, Prefeitura de Ilha Comprida, SOS Mata Atlântica - Programa Costa Atlântica, Greenpeace – Campanha Oceanos, IBRASURF - Instituto Brasileiro de Desenvolvimento do Surf, Projeto Cine Surf, WWF - Brasil e I Mostra de Surf Arte e Meio Ambiente.

São parceiros estratégicos do programa a Aliança por um mundo Responsável, Plural e Solidário e a Global Garbage.

Maiores informações: www.ecosurfi.org  www.surfsustentavel.org


Sobre o Movimento Surfe Sustentável


Através dos seminários e das palestras “Surfe nas ondas da sustentabilidade”, a Ecosurfi está percorrendo o litoral paulista para fomentar práticas pró-sustentabilidade entre os atores do esporte surf para a criação da Aliança dos Surfistas pelo Meio Ambiente.

A primeira edição dos Seminários foram realizadas na cidade de Ubatuba e Ilha Comprida e contou com a presença de surfistas amadores e profissionais, fabricantes de pranchas, juízes de surf, artistas e admiradores do esporte.

A proposta está sendo implementada para catalisar parcerias na comunidade do surf, desvelando ações práticas voltadas para a preservação e conservação da área costeira, por meio de um amplo processo de debates, que terá como o seu primeiro produto a construção da Carta de Responsabilidades dos Surfistas para Sociedades Sustentáveis.
Leia Mais ►
Read more...

Abaixo assinado para criação de UC em Bertioga vira intervenção artística.


Durante a realização da a I Mostra de Surf Arte e Meio Ambiente que acontece na Praia Grande/SP, a Ecosurfi está participando das exposições com uma intervenção que busca recolher assinaturas dos surfistas e demais públicos para a criação de uma Unidade de Conservação (UC) em Bertioga.

A proposta apresentada se trata de um grande abaixo assinado, onde as pessoas podem deixar a sua mensagem num tecido de aproximadamente 20 metros, que está estendido em um dos espaços do Palácio das Artes, local que recebe a Mostra.

Juntamente com abaixo assinado estão expostos painéis que apontam o motivo e a necessidade da criação da UC em Bertioga, local que possui um dos últimos redutos de Mata Atlântica semi-intocada do país.

A atividade se insere na iniciativa da ONG WWF-Brasil no ano internacional da Biodiversidade, que está mobilizando a sociedade e colhendo assinaturas por meio de um documento virtual que já possui mais de 5 mil participantes.

O abaixo assinado “gigante” será entregue juntamente com as milhares de assinaturas ao novo governador do Estado e secretário estadual de Meio Ambiente, quando tomarem posse.

Ainda dá tempo de colaborar com a iniciativa e assinar o documento virtual pela preservação da Mata Atlântica no site da WWF – Brasil e manda a sua mensagem visitando a Mostra.

Saiba mais em: WWF - Brasil e Surf Art Brasil

A I Mostra de Surf Arte e Meio Ambiente acontece de 23 de julho a 14 de agosto das 10hs ás 18hs, no Palácio das Artes – Praia Grande / SP

Leia Mais ►
Read more...

Ecosurfi celebra 10 anos


Neste mês de julho foi comemorado mais um aniversário da Ecosurfi. A data foi marcada numa festa na sede da entidade, que celebrou os 10 anos de fundação da organização e o lançamento oficial da Escola Ecosurfi.

Estiverem presentes no evento, surfistas profissionais e amadores, artistas e músicos da região, além de dezenas de voluntários que participam das ações da instituição.

Ao som de muito reggae a festa atravessou a noite embalando os convidados com muita "positive vibrations" e filmes de surfe no telão.

A Ecosurfi agradece a todos e todas que fazem, tomam parte e participam desses 10 anos da Ecosurfi.

Aloha

Confira os melhores momentos da confraternização

Leia Mais ►
Read more...
Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget

Destaques

Ocorreu um erro neste gadget

  © Ecosurfi Desenvolvimento por Comunicação Ecosurfi Século XXI

Back to TOP