Surfistas engajados por justiça socioambiental

Ecosurfi representa a comunidade do surfe em Brasilia

Ecosurfi representa a comunidade do surfe em Brasilia Ecosurfi representa a comunidade do surfe em Brasilia

Noite do Surfe pelo Social em Itanhaém

Encontro tem como proposta reunir a comunidade do surfe

Encontro tem como proposta reunir a comunidade do surfe Encontro tem como proposta reunir a comunidade do surfe

Projeto faz diagnóstico de áreas potenciais para Ecoturismo

Levantamento aponta atrativos em Itanhaém/SP

Projeto faz diagnóstico de áreas potenciais para Ecoturismo Projeto faz diagnóstico de áreas potenciais para Ecoturismo

Ecosurfi encoraja surfistas a discutir Gestão Costeira

Comunidade do surfe cobra mais atenção com as praias

Comunidade do surfe cobra mais atenção com as praias Comunidade do surfe cobra mais atenção com as praias

Profissionais da Escola Ecosurfi passam por “reciclagem”

Curso de Formação e Atualização de Instrutores de Surfe

Curso de Formação e Atualização de Instrutores de Surfe Curso de Formação e Atualização de Instrutores de Surfe

Semana do Meio Ambiente debate surfe e sustentabilidade

O seminário vai debater o engajamento dos surfistas

O seminário vai debater o engajamento dos surfistas O seminário vai debater o engajamento dos surfistas

Ecosurfi “dropa” no Ibirapuera

Projetos que defendem a biodiversidade foram expostos

Projetos que defendem a biodiversidade foram expostos Projetos que defendem a biodiversidade foram expostos

Programa de voluntariado da Ecosurfi

Visa criar uma rede para o engajamento público

Visa criar uma rede para o engajamento público Visa criar uma rede para o engajamento público

Instrutores da Escola Ecosurfi recebem treinamento

O objetivo do projeto é ensinar técnicas para resgates no mar

Instrutores da Escola Ecosurfi recebem treinamento do Salva Surfe Instrutores da Escola Ecosurfi recebem treinamento do Salva Surfe

“Onde o mar encontra as pessoas” será lançado na Ecosurfi

Documentário traz o panorama das relações humanas com o mar

“Onde o mar encontra as pessoas” será lançado na Ecosurfi “Onde o mar encontra as pessoas” será lançado na Ecosurfi

Vitória contra o projeto Porto Brasil

Terra Indígena é demarcada e restingas são protegidas

Terra Indígena é demarcada e restingas são protegidas Terra Indígena é demarcada e restingas são protegidas

Viva Mata 2011 vai debater surfe e gestão costeira

Debate tem como foco discutir as zonas costeiras

Debate tem como foco discutir as zonas costeiras Debate tem como foco discutir as zonas costeiras

Ecosurfi atua na criação de área protegida em SP

Decreto oficializa a criação do mosaico de UC,s

Ecosurfi atua na criação de área protegida em SP

Ecosurfi e Satélite Comunidade conscientizam crianças carentes


No dia 10 de novembro, a Ecosurfi finalizou com duas palestras o projeto de educação ambiental Satélite Comunidade de Olhos N’Água, desenvolvido de agosto a novembro pelo Programa Satélite Comunidade, que atende 240 crianças e adolescentes carentes de Itanhaém.


No período que ficariam em casa ou na rua sem nada a fazer elas freqüentam o Programa, onde têm aula de capoeira, futebol, vôlei, artesanato, música e apoio pedagógico. Além disso, antes das atividades é servido um lanche e após, almoço para a turma da manhã e janta para a turma da tarde. “O objetivo é tirar essas crianças das ruas, não deixá-las expostas aos perigos do ócio”, explica a coordenadora do Satélite Comunidade, Célia Regina Pereira Teixeira. Ela fala ainda que esse é um programa nacional que já existe há 10 anos e atende cerca de 50 mil crianças em 400 cidades do país.


A maioria dos jovens acolhidos pelo Programa em Itanhaém mora em áreas verdes e de manguezal invadidas. Pensando nisso, a educadora do apoio pedagógico do Satélite Comunidade e responsável pelo projeto, Fernanda Cavalheiro Berti, trabalhou a temática preservação do meio ambiente, com enfoque mais voltado para os recursos hídricos.


“Para facilitar a assimilação, todos os assuntos abordados e atividades desenvolvidas culminaram na produção de textos teatrais, músicas, desenhos, redações e mensagens”, fala Fernanda.


Porém, ela admite ter tido um problema no decorrer das atividades: o pouco tempo para pesquisar sobre a situação local. Para resolver esse problema Fernanda convidou a Ecosurfi, que trouxe para perto das crianças tudo o que elas já haviam visto, contextualizando as informações passadas a elas no âmbito municipal.


“É sempre bom que as crianças ouçam outras vozes sobre o assunto, principalmente quando a voz é de uma entidade com bastante conhecimento e experiência para transmitir”, declara Cavalheiro Berti.


Além das palestras, a voluntária da entidade Fernanda Rosa Gonçalves ensinou as crianças a fazer artesanatos com materiais recicláveis, utilizando caixinhas de leite e jornal. “Reutilizar resíduos que antes não passavam de lixo serve para mostrar que pode haver alternativas para os problemas que mostramos”, fala a voluntária.


Ao final do dia, a constatação de que sementes foram plantadas. Luci Martins, 10 anos, uma menina atendida pelo Satélite Comunidade, diz o que ela aprendeu sobre a natureza. Surpreendentemente: “A gente tem que fechar a torneira quando escovar os dentes, não pode jogar papel, canudinho fora da lixeira. Se poluir os animais não vão viver e sem a natureza a gente não vive. Se a natureza morrer a gente também morre”.

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget

Destaques

Ocorreu um erro neste gadget

  © Ecosurfi Desenvolvimento por Comunicação Ecosurfi Século XXI

Back to TOP