Surfistas engajados por justiça socioambiental

Ecosurfi representa a comunidade do surfe em Brasilia

Ecosurfi representa a comunidade do surfe em Brasilia Ecosurfi representa a comunidade do surfe em Brasilia

Noite do Surfe pelo Social em Itanhaém

Encontro tem como proposta reunir a comunidade do surfe

Encontro tem como proposta reunir a comunidade do surfe Encontro tem como proposta reunir a comunidade do surfe

Projeto faz diagnóstico de áreas potenciais para Ecoturismo

Levantamento aponta atrativos em Itanhaém/SP

Projeto faz diagnóstico de áreas potenciais para Ecoturismo Projeto faz diagnóstico de áreas potenciais para Ecoturismo

Ecosurfi encoraja surfistas a discutir Gestão Costeira

Comunidade do surfe cobra mais atenção com as praias

Comunidade do surfe cobra mais atenção com as praias Comunidade do surfe cobra mais atenção com as praias

Profissionais da Escola Ecosurfi passam por “reciclagem”

Curso de Formação e Atualização de Instrutores de Surfe

Curso de Formação e Atualização de Instrutores de Surfe Curso de Formação e Atualização de Instrutores de Surfe

Semana do Meio Ambiente debate surfe e sustentabilidade

O seminário vai debater o engajamento dos surfistas

O seminário vai debater o engajamento dos surfistas O seminário vai debater o engajamento dos surfistas

Ecosurfi “dropa” no Ibirapuera

Projetos que defendem a biodiversidade foram expostos

Projetos que defendem a biodiversidade foram expostos Projetos que defendem a biodiversidade foram expostos

Programa de voluntariado da Ecosurfi

Visa criar uma rede para o engajamento público

Visa criar uma rede para o engajamento público Visa criar uma rede para o engajamento público

Instrutores da Escola Ecosurfi recebem treinamento

O objetivo do projeto é ensinar técnicas para resgates no mar

Instrutores da Escola Ecosurfi recebem treinamento do Salva Surfe Instrutores da Escola Ecosurfi recebem treinamento do Salva Surfe

“Onde o mar encontra as pessoas” será lançado na Ecosurfi

Documentário traz o panorama das relações humanas com o mar

“Onde o mar encontra as pessoas” será lançado na Ecosurfi “Onde o mar encontra as pessoas” será lançado na Ecosurfi

Vitória contra o projeto Porto Brasil

Terra Indígena é demarcada e restingas são protegidas

Terra Indígena é demarcada e restingas são protegidas Terra Indígena é demarcada e restingas são protegidas

Viva Mata 2011 vai debater surfe e gestão costeira

Debate tem como foco discutir as zonas costeiras

Debate tem como foco discutir as zonas costeiras Debate tem como foco discutir as zonas costeiras

Ecosurfi atua na criação de área protegida em SP

Decreto oficializa a criação do mosaico de UC,s

Ecosurfi atua na criação de área protegida em SP

Fórum Brasileiro de Surf e Sustentabilidade será lançado na Rio+20

Comunidade do surf tem espaço assegurando na Cúpula dos Povos para falar sobre zonas costeiras


No próximo dia 20 (quarta-feira) acontece na cidade do Rio de Janeiro o lançamento oficial do Fórum Brasileiro de Surf e Sustentabilidade, a partir das 19:30h, no Pavilhão Azul da Cúpula dos Povos.

Essa atividade é parte oficial da programação do Pavilhão Azul da Rio+20. Localizado no Aterro do Flamengo, próximo ao Museu de Arte Moderna (MAM), o Pavilhão Azul abriga desde o último sábado a Exposição fotográfica “Água, rios e povos” e aglutina um conjunto de atividades autogestiodas relacionadas à temática hídrica, dentre conferências cidadãs, diálogos, debates, ações pedagógicas e culturais, até o dia 22 de junho.

Aproveitando do principal local de fomento a processos voltados para os oceanos para a sociedade cívil, o Fórum Brasileiro de Surf e Sustentabilidade será lançado com a participação de representantes de comunidades do surf de sete estados brasileiros: Pará, Ceará, Bahia, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná e Santa Catarina. Todas as regiões vão apresentar propostas nessa próxima quarta-feira sobre questões socioambientais que envolvem os surfistas.

O processo de constituição da rede sobre surf e meio ambiente envolveu mais de 500 pessoas pelo Brasil e foi conduzido numa grande articulação presencial com objetivo de gerar conhecimento para orientar os enfrentamento dos conflitos e injustiças vivenciadas atualmente pelos surfistas.

Os encaminhamentos de cada processo local promovido pelos Encontros Livres – Surfando na Rio+20 nos últimos meses são parte da redação final do documento denominado Surf 21. O texto será apresentado ao publico pela primeira vez nessa oportunidade e traz os compromissos assumidos pela comunidade por justiça social e ambiental nas zonas costeiras.

Surf e restingas no Rio de Janeiro – Com a participação confirmada da FESERJ - Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro o público participante do lançamento do fórum também vai ter a chance de conhecer o projeto de Recuperação das Restingas do Litoral Carioca, que desde 1999 vem transformando a orla do Rio de Janeiro num grande viveiro com espécies nativas de restinga.

Com atuação socioambiental, cultural e educativa e buscando preservar e ampliar a qualidade do meio ambiente por meio do plantio de canteiros de vegetação de restinga. O projeto integra ações de educação ambiental, nas areias da orla das praias da cidade do Rio de Janeiro, como a Barra da Tijuca, Recreio dos Bandeirantes, Grumari, Prainha.

Para falar sobre o projeto a Feserj estará representada pelo seu presidente Abílio Fernandes que destaca o pioneirismo dessa iniciativa. “Acreditamos que a educação ambiental é um fator essencial para atribuir um verdadeiro e novo conceito ao meio ambiente. Para isto, nossos esforços são direcionados para sensibilizar, mobilizar a sociedade e torná-la mais consciente da necessidade de interagir de um modo sustentável com a natureza e ao plantar vegetação nativa estamos plantando sementes desta nova postura”, comenta Fernandes.  

Mistura das areias – Durante o encontro que celebra o lançamento oficial do fórum os organizadores sugerem que cada participante traga uma pequena quantidade de areia de praia para a cerimônia de mistura das areias, que vai servir para unir as diferentes praias do litoral brasileiro num mesmo local, mostrando que todos os surfistas podem se organizar num mesmo movimento pró-ativo por praias e oceanos conservados.

Surf  e sustentabilidade num processo nacional - A rede de surfistas foi lançada em 2009 na cidade de Ubatuba/SP, como um movimento denominado “Surf Sustentável”. A proposta original foi a de gerar cooperação e troca de informações sobre temas referentes à sustentabilidade no universo surf.

A idéia se expandiu e ampliou o seu alcance, tornando-se um verdadeiro esforço multilateral para discutir surf, conceitos e iniciativas pró-sustentabilidade no esporte e se organiza por meio de um comitê nacional, combinado por representantes de diversas regiões da costa atlântica.

Todo processo tem duas missões importantes: Contribuir para inserir os surfistas nos vários debates sobre desenvolvimento sustentável e subsidiar meios para encorajar ações voltadas a educação ambiental na comunidade do surf.

Confira a programação do lançamento do Fórum durante a Rio+20
Dia 20/07
19:30h – Plenária de abertura do Fórum Brasileiro de Surf e Sustentabilidade;
19:45h – Lançamento oficial e celebração – “Mistura das Areias”;
20h – Apresentação do projeto Recuperação da Restinga do Litoral Carioca pela Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro ;
20:45h – Formação dos grupos de trabalho para encaminhar considerações sobre a redação final – Surf XXI;
21h – Lançamento da Declaração Brasileira da Comunidade do Surf para Proteção das Zonas Costeiras no século 21;
21:15 – Encerramento.

Para saber mais acesse: www.surfsustentabilidade.org.br

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails
Ocorreu um erro neste gadget

Destaques

Ocorreu um erro neste gadget

  © Ecosurfi Desenvolvimento por Comunicação Ecosurfi Século XXI

Back to TOP